GUSTAVO

sexta-feira, janeiro 12, 2018

PESQUISA CIENTÍFICA - 2 (RESUMO)

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE O MÉTODO DE TREINAMENTO INTERVALADO CURTO E LONGO APLICADO EM CORREDORES DE 400 METROS RASOS DO GÊNERO MASCULINO NO DESPORTO ATLETISMO


Gustavo Sales Gonçalves(1)

Antônio Pio Vianna(2)

Meire Adães Fernandes Gonçalves(3)

INTRODUÇÃO: A corrida de 400 metros rasos é realizada em uma pista de atletismo com o comprimento oficial de 400 metros e suas características fisiológicas são predominantemente anaeróbica (70-75%). OBJETIVO: O objetivo deste estudo visa fazer um estudo comparativo entre o método de treinamento intervalado curto e longo, aplicando-os em corredores de 400 metros rasos (nível intermediário), do gênero masculino, com idades entre 28 e 30 anos, no desporto atletismo. METODOLOGIA: Foi selecionado um grupo de seis atletas que foram submetidos ao teste de Matsudo (1979) “A”, controle, (sem treinamento específico), e logo em seguida submeteram-se a oito microciclos de treinamento intervalado curto e oito microciclos de treinamento intervalado longo (terças e quintas-feiras), com intensidade de 80 a 90% e com intervalos de recuperação entre os estímulos (100, 200, 400 e 600 metros), de 2 a 3 minutos de acordo com a recuperação individual do atleta. Já o treinamento contínuo de 45 minutos (segundas e quartas-feiras) foi realizado com intensidades variando entre 65% a 70% da frequência cardíaca de reserva e de 50% a 60% nas sextas-feiras, recuperando o atleta para um treino controle no sábado. Ao término de cada ciclo de treinamento (oito microciclos) foi realizado novamente o teste de Matsudo que recebeu a denominação de teste de Matsudo “B” (após a aplicação do treinamento intervalado curto) e Teste de Matsudo “C” (após a aplicação do treinamento intervalado longo). RESULTADOS: os resultados obtidos com os testes “B” e “C” foram comparados com o teste controle “A”, em seguida foi realizado uma análise estatística com o teste-t de Student ao nível de significância de 5%, com o intuito de verificar qual o método de treinamento intervalado foi mais eficaz na performance atlética desses corredores.

TREINAMENTOS
MÉDIA D. PADRÃO
P=VALOR
Coef. Var.
CONTROLE
275,83 16,86
-
6,11%
INTERVALADO CURTO

290,00 5,00

0,0436

1,72%
INTERVALADO LONGO

326,25 14,12

0,0377

14,14%


CONCLUSÃO: Pôde-se observar que o teste de Matsudo (1979) apresentou resultado positivo após a aplicação de ambos os treinamentos intervalados, sendo verificado através do teste t de Student ao nível de significância de 5% que se mostrou significativo. Porém, o “Treinamento intervalado longo” quando comparado com o controle, teve resultado mais significativo que o “Treinamento intervalado curto”. No quadro acima, pode-se notar que o coeficiente de variação do Treinamento intervalado longo foi mais expressivo (14,14%), isso aponta que os atletas deste grupo obtiveram marcas com maior dispersão. Sugere-se que sejam realizados mais estudos sobre a aplicação de Treinamento intervalado curto e longo em corredores de 400 metros rasos, possibilitando, assim, uma melhor aprendizagem sobre o assunto abordado.

Pesquisa científica aprovada pelo IPCFEx; apresentada no 13º SIAFis (Simpósio Internacional de Atividades físicas do Rio de Janeiro), nos dias 06, 07 e 08 de novembro/2009 e publicada na REVISTA DE EDUCAÇÃO FÍSICA DO EXÉRCITO BRASILEIRO - Nº147 - DEZEMBRO DE 2009.



0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial