GUSTAVO

domingo, novembro 02, 2008

CORRIDA DE 800 METROS RASOS

É uma corrida realizada em uma pista de atletismo com o comprimento oficial de 400 metros, que consiste de duas retas paralelas e duas curvas com raios iguais. A menos que seja de grama, a parte interna da pista terá um material apropriado em sua borda, de aproximadamente 5 cm de altura e um mínimo de 5 cm de largura. Cada competidor terá uma raia separada, com uma largura de 1,22 m no mínimo e 1,25 m no máximo, marcadas por linhas de 5 cm de largura. Todas as raias deverão ter a mesma largura, sendo que a raia interna será medida conforme o parágrafo 2 contido na regra oficial da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO (2006) nos informando que a medição da pista deve ser feita a 30 cm de sua borda interna ou, na falta dela, a 20 cm da linha que marca o seu limite interno. Para uma melhor análise e entendimento de como ocorre a prova dos 800 metros rasos de acordo com a regra oficial da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO (2006) deve-se observar as seguintes informações:

Partida

Em corridas de 800 metros rasos, no momento da largada, o árbitro de partida dará o comando “Às suas marcas” e quando os competidores estiverem em seus lugares imóveis, o revólver será disparado ou o equipamento de partida aprovado pela CBAt será ativado. O competidor no momento da saída não pode tocar o solo com uma ou ambas as mãos.

Linha de raia livre

Nas competições realizadas segundo a Regra da CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ATLETISMO (2006), a prova de 800 metros rasos será corrida em raias marcadas até a linha de raia livre depois da primeira curva, local onde os corredores podem deixar suas respectivas raias. A linha de raia livre será uma linha curva, de 5 cm de largura demarcada na pista, sendo sinalizada por uma bandeira de pelo menos 1,50 m de altura situada fora da pista, onde o auxílio na identificação da linha de raia livre aos participantes será através de pequenos cones ou prismas (5x5 cm), com altura máxima de 15 centímetros e com a mesma cor da linha de raia livre, sendo esses, colocados nas interseções de cada raia com a linha de raia livre, porém, em competições internacionais, os países podem, em comum acordo, decidir pela não utilização das raias. (CBAt, 2006)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início